top of page
  • Foto do escritorJéssica

Elogios somente pelo resultado não é positivo


De acordo com a pesquisa feita pela psicóloga americana Carol Dweck, da Universidade Stanford, uma criança ELOGIADA pela inteligência entende o seguinte: “Tenho que ser SEMPRE inteligente, porque essa é a imagem que os adultos têm de mim”.👧


Mas manter um alto nível de inteligência não parece uma tarefa um tanto abstrata? Imagine para uma criança. O jeito dela é adotar a saída genérica (e mais fácil para adultos e crianças): PARECER inteligente.🤓

.

Para isso, elas criam uma ZONA DE SEGURANÇA: Evitar provas difíceis, cursos complicados, qualquer desafio que possa representar um risco à imagem.

Já na cabeça de um aluno elogiado pelo esforço, o pensamento é outro: se passou por esse desafio, pode vencer o próximo – basta tentar! 👊

🗣Por isso o elogio deve ser dirigido para o PROCESSO, e não para o resultado!

Foque sempre para as ações, nunca para a pessoa.

Essa situação acontece conosco também na idade ADULTA. A pesquisadora Carol nos explica: “Conversei com vários adultos considerados gênios na infância que nem concluíram a universidade, eles não sabiam lidar com o fracasso.”

👉Devemos realizar e nos contentar com elogios advindos do processo e não do resultado, assim teremos a CORAGEM e a atitude de assumir uma promoção no trabalho, uma mudança de cidade, uma pós-graduação difícil… Qualquer desafio! 🚀

Conte comigo para este processo. 🙋

www.psicologajessica.com

Fonte do texto: https://super.abril.com.br/ciencia/o-problema-do-elogio/

Commentaires


bottom of page